Select Menu
» »Unlabelled » Mistério- O VALE DA MORTE NA SIBÉRIA
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A taiga siberiana é uma vasta região do Norte da Rússia e do Cazaquistão que conta com uma floresta inexplorada e misteriosa com mais de 100 mil km² de área. Algumas regiões, como a de Yakutia, no oeste, são completamente desabitadas. Não há trilhas ou lugares para passear, apenas pântanos, árvores enraizadas umas nas outras e mosquitos.
É nesse lugar que um mistério da natureza alimenta as lendas do Vale da Morte. Segundo os registros de expedições do século passado e de aventureiros que se dispõem a explorar o local, a taiga conta com estruturas metálicas que brotam do solo congelado pelas temperaturas de 40 graus abaixo de zero.
Essa estruturas inexplicavelmente estão "afundando" na terra. No lugar onde essas se encontravam, agora aparecem uma espécie de lodo avermelhado. Quem por ventura entrar eu um lodo como esse pode perceber que o solo abaixo de seus pés possuem uma característica metálica.
Por alguma razão, esses lugares são perigosos para animais e seres vivos. Basta ficar um pouco próximo a uma dessas manchas vermelhas para que você sinta tonturas e desmaie. Há relatos de sequelas de uma doença desconhecida e letal.
UFOs e demônios
Para os anciãos da tribo dos Yukatians, a explicação é que todo o ambiente seria a morada de demônios antigos, conhecidos como Niurgun Bootur e Tong Duurai. Ufólogos russos defendem outra tese, a de que os caldeirões nada mais são do que OVNIs destruídos em uma antiga batalha aérea.
A ainda os que acreditam que esses caldeirões seriam a parte superior de uma arma anti-aérea, cuja estrutura se esconde embaixo do solo. As armas seriam responsáveis por proteger o planeta terra de meteoros e outros corpos espaciais, como alienígenas hostis. Essas armas teriam sido "plantadas" no solo por uma raça alienígena, que de alguma forma, protege a raça humana. Os ufólogos que acreditam nessa teoria dizem que os caldeirões estão afundando, para se camuflarem, e em sinal de perigo, eles emergirão para defender o planeta.
Atualmente, o nível de radiação no local vem crescendo e a vida selvagem está deixando a floresta, como se prenunciasse que algo grandioso está para acontecer. Enquanto não se descobre a verdadeira origem dos caldeirões – acredite, não há muitas expedições para lá e as poucas que foram não ganharam muito crédito por parte da comunidade científica –, o mistério permanece.
Tudo o que se sabe por enquanto é que o Vale da Morte é provavelmente um tesouro geológico, com montanhas magnéticas e minérios de titânio em abundância. Trata-se de um mistério ainda não explorado e que, devido às suas condições adversas, não encontra financiadores para expedições mais complexas.
Suposta estrutura dos caldeirões
Ilustração realizada pela equipe da primeira expedição ao Vale da Morte

Autor Pedro Fernandes

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Comentarios